domingo, 12 de agosto de 2018

QUANDO O ALUNO SUPERA O MESTRE É O DIA DO ESTUDANTE


QUANDO O ALUNO SUPERA O MESTRE
É O DIA DO ESTUDANTE

Por Marli Dias Ribeiro




Mas que uma data em si, o estudante, seu dia, deveria ser festa de todo dia. De toda aula. Numa jornada de superação ao mestre, onde mais que um estudante, muitos, milhares pudessem comemorar. A data não surgiu em um grande baile de gala. O dia do estudante teria surgido 100 anos depois da criação do curso de direto e ainda, em comemoração aos dois primeiros cursos de ciências sociais e ciências jurídicas que surgiram aqui no Brasil, através de D. Pedro I, em 11 de agosto de 1827.
 Celso Gand Ley idealizou fazer o dia 11 de agosto uma data comemorativa para homenagear todos os estudantes e é também o dia do advogado. Mas apesar dos grandes desafios que envolvem a vida do estudante brasileiro temos que incentivar, aplaudir e comemorar aqueles estudantes que fazem parte de nossa jornada e nos orgulham ao evidenciar de forma concreta nossa utopia educativa.

ASSIM, PEDI PERMISSÃO A UM AMIGO, EX ALUNO E HOJE EDUCADOR PARA COMPARTILHAR EM NOSSO BLOG O QUE PARA MIM, EXPRESSA A MÁXIMA DE QUANDO O ALUNO SUPERA O MESTRE, E ENTÃO FALAR DE COMO PENSO EM UM VERDADEIRO  DIA DO ESTUDANTE.
O DIA EM QUE O ALUNO ATRAVESSA O SISTEMA COM SUAS PALAVRAS, AÇÕES E SONHOS...

            Relato de um educador que não sobreviveu ao sistema

Fazia um tempo, dois anos mais precisamente, que eu andava batendo de frente comigo mesmo. Uma luta diária para resistir. Para ensinar com amor. Fazia um tempo que não era mais possível. Um dia ouvi de um colega, que ele estava em sala para ministrar um conteúdo, e que não tinha obrigação com a vida dos seus alunos. Sabe o que me doeu? Perceber que ele estava certo. Ele age conforme um sistema, e quem sou eu para inventar a roda? Logo eu, que já levei pra minha casa alunx expulsx de casa pelo pai, logo eu que em vários momentos desisti do conteúdo para dar afeto aos adolescentes que passam por conflitos, por dores, por descobertas, por carência afetiva. Esses meninos só precisam ser ouvidos. Mas o sistema venceu de novo! Fico constrangido ao ouvir o índice de recuperação dos alunos, e saber que a culpa não é deles. Mas nossa! O que é feito de diferente para instigar, motivar, impactar, transformar? Olha aí o sistema me vencendo de novo. Logo eu, que acho nota a maior bobagem já inventada, logo eu que já vi muito aluno foda tirando 0,0 nas minhas provas, logo eu que já vi muito aluno nota 10 sendo subordinado ao nota 5. Aluno não precisa de nota, precisa de afeto e estímulo. Mas isso sou eu quem acho, o sistema não, o sistema adora comparar os alunos, apontar o dedo na cara deles e dizer: “VOCÊ É MELHOR, tirou nota máxima, JÁ VOCÊ... Você deve ser como o fulano! ” Que absurdo, não é mesmo?
E de tudo, o que mais me dói é perceber que o sistema quer nos acomodar. Paga nosso salário, dita o conteúdo, e a gente vira uma máquina que reproduz o tempo inteiro a mesma coisa. Para que pensar atividades diferentes, para que elaborar provas, trabalhos, estudos diferentes se o conteúdo é o mesmo? PELO SIMPLES FATO DOS SEUS ALUNOS SEREM DIFERENTES, C##%! O seu aluno de três anos atrás não é o mesmo de hoje! Mas isso quem pensa sou eu. O sistema venceu de novo! Aí a gente fica nessa, recebe um salário, finge que ensina, o aluno finge que aprende, e o sistema segue firme e funcional. Para quem? Decidi ser justo. Desisti!
Acho que estou doente, com uma ansiedade incontrolável e com o pensamento acelerado. Preciso descansar. Preciso voltar ao primeiro amor. Por enquanto desejo sucesso aos meus ex alunos, e esse sucesso só depende de vocês. Numa entrevista de emprego ninguém pede seu boletim para conferir suas notas. O que conta é quem você é! Seja gigante!
Só para constar, no terceiro ano do ensino médio eu tirei 0,25 na MÉDIA FINAL em matemática. E hoje, NENHUM colega nota 10 é melhor que eu. Até porque ser melhor é uma questão de perspectiva.


Júnior Ribeiro é residente em Planaltina-DF, tem 25 anos é ator, produtor cultural, diretor de teatro e professor de arte. Formado pela Faculdade de Artes Dulcina de Moraes.


AGORA POSSO COMEMORAR, AGORA SIM, VIVA O DIA DOS ESTUDANTES...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.

SAEB 2019 : DICAS E NOVIDADES

NOVIDADES DO SAEB  2019 Por Marli Dias Ribeiro A previsão é que mais de sete milhões de estudantes, professores e dir...

LEIAM TAMBÉM...