terça-feira, 9 de julho de 2013

Formação de Gestores Escolares para uso das Tecnologias da Informação e Comunicação



Formação de Gestores Escolares para uso das Tecnologias da Informação e Comunicação


Um grande desafio na gestão e consolidar projetos e ações para uso das tecnologias que não sejam apenas iniciadas, mas que perdurem na escola, sejam reavaliadas e continuadas pelos próximos gestores


Tecnologia é uma grande aliada no fazer pedagógico, mas o problema que orienta o debate é o que fazer e como fazer para que essa ferramenta possa servir e ajudar no sucesso do gestor e do coordenador considerando que dado, informação e conhecimento são conceitos diferentes. Nesse sentido  os dados são  conjunto de fatos distintos e objetivos relacionados a um  evento. Já a informação necessita de emissor e receptor e deve ser entendida  influindo na maneira de quem recebe e acrescentar um significado. Os dados podem passar a informação quando são observados: a contextualização, categorização, calculo,  correção e condensação. O conhecimento  tem caráter mais , abrangente e profundo que inclui experiências, valores, informações contextualizadas e uma estrutura capaz de provocar avaliações que promovam mudanças. A capacidade de transformar dados e informação em conhecimento não podem ser realizadas por uma máquina. O homem através de fatores como a comparação, antecipação de consequências, realização de conexões, a conversação entre os indivíduos é quem produz o conhecimento. Existe, contudo como obter conhecimento orientando-se pela rotina escolar. Isso por meio das vivencias e experiências ou promovendo reflexões e análises dessas rotinas. Se o objetivo é ter um ambiente tecnológico é primordial criar condições para que essa forma de conhecimento seja acessada. Destaca-se que faz-se necessário: Começar pela organização das informações, iniciar um projeto-piloto, trabalhar frentes simultâneas de organização, tecnologia e cultura, implementar estudos e conquistar os usuários. O envolvimento e a cooperação de todos torna o trabalho mais efetivo e sugere em pensar a organização como um sistema, aprender com a prática, levar em consideração o envolvimento pessoal, a cultura existente e ações de cunho menos hierárquicos.
2) Citações principais do texto:
“Computadores podem ser grandes aliados  dos gestores na transformação de dados em informações’. (p.3)
“O conhecimento tem caráter humano e é amplo.” (p.3)
“A capacidade de transformar dados e informação em conhecimento não podem ser realizadas por uma máquina”. (p.4)

3) Comentários(parecer e crítica):
A estrutura de uso das TICs envolve três fatores essenciais que são a criação do contexto, desenho do sistema e a instalação deste sistema. Ingredientes chaves como alinhamento, comprometimento e domínio sevem de base para que o gestor faça o planejamento e tenha condições para programar e executar projetos baseados, sobretudo em momentos de estudo e reflexão. Cabe também ao gestor interagir e construir coletivamente com sua comunidade um projeto que atenda as reais necessidades e, sobretudo promova a formação de funcionários e alunos.
4)Questionamentos (questões levantadas e dúvidas):
Um grande desafio na gestão e consolidar projetos e ações para uso das tecnologias que não sejam apenas iniciadas, mas que perdurem na escola, sejam reavaliadas e continuadas pelos próximos gestores. Talvez isso seja possível quando entendermos a escola com um sistema de cooperação e formação e não apenas como um conjunto de pessoas. Apenas números? Dados?

FICHAMENTO

VIERA. ALEXANDRE, TOMAZ. Gestão Escolar e Tecnologias, Formação de Gestores Escolares para uso das Tecnologias da Informação e Comunicação: Função e papéis da Tecnologia. São Paulo, PUC, 2004. Disponível em:< http://moodle.mec.gov.br/unb/mod/data/view.php?id=1135

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua visita.

SAEB 2019 : DICAS E NOVIDADES

NOVIDADES DO SAEB  2019 Por Marli Dias Ribeiro A previsão é que mais de sete milhões de estudantes, professores e dir...

LEIAM TAMBÉM...